Google anuncia que vai punir sites com Janelas Popups inadequadas

Agora em janeiro de 2017 o Google inicia a mudança de classificação dos websites que não estiverem preparados para dispositivos móveis e avisa que vai punir sites que não estiverem de acordo. Um dos itens com data marcada para dia 10 de janeiro de 2017 é o uso de POP UPS nos celulares, aquelas janelas que aparecem sem você solicitar.

 

Tipos de janelas que o google não recomenda

  • Mostrar um pop-up que cobre o conteúdo principal, seja imediatamente após o usuário acessar a página a partir dos resultados da pesquisa ou enquanto ele olha a página.
  • Exibir um intersticial autônomo que o usuário precisa dispensar antes de acessar o conteúdo principal.
  • Usar um layout no qual a porção acima da dobra da página é semelhante a um intersticial autônomo, mas o conteúdo original está in-line abaixo da dobra.

 

Veja alguns exemplos que atrapalham a navegação segundo o Google:

janelas-que-bloqueiam-navegacao-mobile-2

 

Técnicas permitidas pelo Google

Agora, aquelas janelas e banners que aparecem não atrapalhando a navegação e dando opções ao usuário de fechar ou mesmo que melhore a experiência de navegação, não serão motivo de pânico.
Veja alguns exemplos de técnicas que, usadas de maneira responsável, não são afetadas pelo novo indicador:
  • Mensagens/telas que parecem ser uma resposta a uma obrigação legal, como por uso de cookies ou para verificação de idade.
  • Caixas de diálogo em sites nos quais o conteúdo não é indexável publicamente. Por exemplo, isso inclui conteúdo privado, como e-mail, ou conteúdo não indexável que está atrás de uma paywall.
  • Banners que usam uma quantidade razoável de espaço da tela e são facilmente dispensáveis. Por exemplo, os banners de instalação de aplicativos fornecidos pelo Safari e pelo Chrome usam uma quantidade razoável de espaço da tela.

Veja alguns exemplos permitidos:

janelas-ok-mobile-1 imagejanelas-ok-mobile-2 imagejanelas-ok-mobile-3

Se você está com dúvidas de como ajustar ou de identificar se o google vai punir sites como o seu, entre em contato conosco, podemos ajudar a identificar e dar soluções. Para ler a matéria original no próprio website do google, acesse o artigo no Google.

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *